sábado, 23 de julho de 2016

Águia de Ouro: "Amor com amor se paga. Uma história animal"


Argumento do enredo:

Historicamente considerados nossos melhores amigos, o cão, também chamado de cachorro no Brasil é um mamífero canídeo e talvez o mais antigo animal domesticado pelo ser humano. E é sobre esse fiel amigo e em forma de agradecimento por tanto amor doado nessa troca afetiva com o ser humano que será o tema­enredo de 2017 da nossa escola.

De forma lúdica, sem compromisso cronológico e historiográfico este enredo é uma ode e a celebração de um ato de amor, onde iremos retratar e explicitar a fidelidade, o companherismo e a lealdade deste amigo peludo que extrapola o significado do que é amar de verdade.

Sinopse completa:

"Mesmo sem falar, meus olhos dizem coisas que muitas das vezes você gostaria de escutar"
Eu sou a pura demonstração de amor,
E nessa folia mostrarei quem realmente sou!
Na favela, no condomínio de luxo ou embaixo do viaduto.
Aqui estou para uma relação de amor incondicional.
Seja criança, adulto, mendigo ou doutor,
Eu sou o puro amor...E irei contigo onde você for!
Verdadeiramente sou aquele...Que estarei sempre com você.
Sou um romântico de coração vagabundo...
Capaz de fazer a minha dama, a mais feliz do mundo.
Há milênios estou em suas vidas.
Na arca de Noé esqueceram de mim.
Mágoas...Nem pensar...
Sou puro limpo de coração, nasci para amar.
Vira latas que sou, resisti ao diluvio...Águas cessaram...
E quando você tinha perdido tudo em sua vida.
Em seus braços fui te acalentar e acariciar.
Sou arteiro, sapeca...Adoro confusão.
E na Torre de Babel...Leal que sou...Lá estava eu...
E que balburdia...E tudo se dividiu...
Junto com a humanidade, pelo mundo novos amigos eu saí a farejar.
E continuei a ensinar o que é amar...


O tempo passou...Artistas! Cinema! E mentes férteis...
Lindas histórias a contar e minha parceria a retratar.
Vidas, sagas, relações... E muita fantasia...
Narrativas de um amor sem fim, espelho do cotidiano.
Na tela grande, transcendi, iludi e diverti.
Vida de cachorro! A bagunça é geral.
Amores representados sem noção e nem dimensão...
Nada igual nessa relação...É força que vem do coração!
Pois amar, alegrar, ajudar e acompanhar...Sempre será a minha missão.
Sucessos de bilheteria, filas...Multidão!
Até na calçada da fama fui parar. Quanta emoção!

Pluft...Plaft...Zumm...
Literatura, quadrinhos e animados...
Desenhados e imaginados...Coloridos ou naturais...
Super­herói ou vilão...Moleque, pateta, divertido e peralta...
Alegre e trapalhão...Sou a sua diversão!
Sou de mola, sou alado, engraçado...
Apresento­me em mil variações.
Sou medroso, corajoso...Enfrento até uma multidão...
Mas posso ter medo de um bicho papão.
Na verdade: É tudo mentirinha...Tudo Ilusão...
Me transformo em qualquer coisa.
Para ter o amor do seu coração!

Mas nem tudo são brincadeiras e nem diversão...
E ai vai meu latido de alerta...Respeitável público!
Não penso só em mim...E nem sou egoísta...
SOS a humanidade...Salve o reino animal!
Aos homens coincidência quero levar!
Bicho sente fome, frio e medo.
Não a crueldade, cativeiros e maldades.
Tem gente ainda aos animais maltratar.
É preciso amar, defender e cuidar.
E aos bichanos, sua integridade preservar...
Eu posso ensinar o que é amar!
Serão os ditos racionais capazes de acatar? Peço reflexão desde já...
Só o amor pode o mundo mudar!
Afinal: Ser humano legal...Não maltrata animal!

Bem...Em minha saga de amor, fidelidade e companheirismo.
Aqui estou à disposição para muito mais do que se imagina...
Em minha fidelidade aprendi a guiar quem deixou de enxergar.
Farejando, vou ajudando a desvendar, investigar, e a salvar.
Sou terapeuta da alegria!
Onde houver tristeza e desanimo. A felicidade eu vou disseminar.
Integrante da família ­ não tenho lado e nem partido...
Nem as separações conjugais e a morte vão nos separar.
Sou como o som do seu violão...
Embalo­te, amo­te e afago­te, como uma bela canção!
E quando não houver nenhum humano que vos queira.
Eu sou seu amigo, fiel, leal, e companheiro de todas as horas.
De hoje, de ontem, de milênios, e de outrora!
Capaz de fazer em sua vida, uma "História Animal".

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário