terça-feira, 1 de agosto de 2017

Conheça os enredos do Grupo Especial e da Série A para o Carnaval 2018

Por Felipe de Souza
Foto: Ricardo Morais
Com a divulgação do enredo da Beija-Flor de Nilópolis, ocorrida no último domingo (30), já é possível saber todos os 26 temas que passarão pela Marquês de Sapucaí ao longo dos quatro dias de desfile. A azul e branco da Baixada levará uma temática crítica à contemporaneidade, fazendo menção ao livro Frankenstein, que completa 200 anos em 2018. "Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu" é o título do enredo nilopolitano.

A sexta-feira de Carnaval tem a missão de abrir os caminhos para o desfile das escolas no sambódromo. No primeiro dia da Série A, passarão pela Sapucaí os seguintes enredos:
Unidos de Bangu - "A travessia de Calunga Grande e a Nobreza negra no Brasil"
Império da Tijuca - "Olubajé - Um banquete para o rei"
Acadêmicos do Sossego - "Ritualis"
Porto da Pedra - "Rainhas do Rádio: nas ondas da emoção, o Tigre coroa as divas da canção"
Renascer de Jacarepaguá - "Renascer de Flechas e de Lobos"
Estácio de Sá - "No pregão da folia, sou comerciante da alegria e com a Estácio boto a banca na Avenida"

O segundo dia de desfiles da Série A promete ser disputadíssimo, com a presença de alguns dos destaques do carnaval em 2017. Confira os temas:
Alegria da Zona Sul - "Bravos Malês - A saga de Luiza Mahin"
Acadêmicos de Santa Cruz - "No voo mágico da esperança, quem acredita sempre alcança"
Unidos do Viradouro - "Vira a cabeça, pira o coração. Loucos gênios da criação"
Acadêmicos da Rocinha - "Madeira Matriz"
Acadêmicos do Cubango - "O Rei que bordou o mundo"
Inocentes de Belford Roxo - "Moju, Magé, Mojúbà - Sinfonias e Batuques"
Unidos de Padre Miguel - "Eldorado submerso - Delírio Tupo-Parintintin"

Com a crise financeira, os enredos patrocinados foram preteridos por temáticas mais populares, de cunho crítico e com pitadas de história. A próxima edição do Grupo Especial contará com apenas dois "enredos CEP": China, pelo Império Serrano e Índia, pela Mocidade Independente de Padre Miguel. O primeiro dia de desfiles da elite da festa contará com sete escolas. São elas:
Império Serrano - "O Império do Samba na rota da China"
São Clemente - "Academicamente Popular"
Unidos de Vila Isabel - "Corra que o futuro vem aí"
Paraíso do Tuiuti - "Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?!"
Grande Rio - "Vai para o trono ou não vai"
Estação Primeira de Mangueira - "Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco"
Mocidade Independente de Padre Miguel - "Namastê - A estrela que brilha em mim saúda a que existe em você"

O último dia de desfiles trará algumas das mais tradicionais escolas de samba do Rio de Janeiro. A Portela, atual campeã ao lado da Mocidade, vem em busca do bicampeonato com a carnavalesca Rosa Magalhães. Confira a ordem de desfile e os enredos:
Unidos da Tijuca - "Um coração urbano: Miguel, o Arcanjo das Artes, saúda o povo e pede passagem"
Portela - "De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá"
União da Ilha do Governador - "Brasil Bom de Boca"
Acadêmicos do Salgueiro - "Senhoras do ventre do Mundo"
Imperatriz Leopoldinense - "Uma noite real no Museu Nacional"
Beija-Flor de Nilópolis - "Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu"


Abaixo, os logotipos das escolas de samba para o Carnaval 2018:
Logos do Carnaval 2018 [Especial e Série A]
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário