terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

#Carnaval2018 - Exaltando a mulher negra, Salgueiro se candidata ao título

por Redação Carnavalize



Quarta escola a invadir a Sapucaí, o Salgueiro prometeu emocionar as arquibancadas com o enredo "Senhoras do Ventre do Mundo", uma homenagem às mães e mulheres negras, assinado pelo novo carnavalesco da Academia, Alex de Souza, e inspirado no carnaval de 2007 da agremiação, Candaces, que terminou com um injusto sétimo lugar. A Comissão de Frente, assinada por Hélio Bejani, tinha a representação das orixás femininas e fez uma coreografia bonita que apresentava muito bem o enredo. O premiado e primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sidclei e Marcella, teve uma das melhores passagens, mostrou sincronia e fez uma coreografia muito bonita e forte ao defender o pavilhão alvirrubro. A abertura da escola foi uma das mais bonitas até então.

A segunda alegoria do Salgueiro trouxe as mulher do Egito (Foto: Felipe de Souza)
O conjunto de alegorias foi regular e bem acabado, de muito bom gosto, apesar do formato de caixote um pouco repetitivo, mas nada que comprometesse a beleza do que foi apresentado. O abre-alas, que teve problemas para entrar por conta do viaduto, trazia a figura da Mãe Terra e o seu ventre do mundo, que sintetizava muito bem a proposta do enredo e apresentou alguns pequenos problemas de acabamentos, mas nada que possa comprometer muito. As fantasias passaram muito bem e eram de bom gosto, representando o ótimo trabalho de Alex de Souza com as cores, que foram do vermelho ao rosa e branco, com muitos  detalhes dourados. O enredo se mostrou bem resolvido e fez uma bela homenagem ao exaltar as mulheres negras.

A última alegoria trouxe a figura de uma Pietà negra e livros com os nomes das grandes mulheres salgueirenses (Foto: Felipe de Souza)
A Furiosa de Mestre Marcão fez jus ao nome e o samba rendeu bastante com o apoio da comunidade salgueirense, que manteve um bom nível da harmonia. A escola não sofreu com problemas de evolução e fez um desfile tecnicamente perfeito que a credencia ao título.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário