segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

#Carnaval2018 - Tuiuti surpreende e levanta arquibancada com forte crítica social

por Redação Carnavalize

Quarta escola a desfilar, a Paraíso do Tuiuti contou a história da escravidão e rememorou os 130 anos da Lei Áurea com o enredo "Meu Deus, Meu Deus, está extinta a escravidão?", desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos. 

Emocionante, Comissão de Frente da escola trouxe o "Grito da Liberdade" (Foto: Vitor Melo)
A Comissão de Frente teve o comando do experiente coreógrafo Patrick Carvalho e representou o grito da liberdade. O grupo foi muito bem coreografado e com muita expressividade corporal emanou uma energia que emocionou o público e apresentou o enredo com excelência. O tripé foi muito bem utilizado e auxiliou na assimilação da mensagem a ser passada. Estreando na escola de São Cristóvão, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira era formado por Marlon Flores e Daniele Nascimento, que também dançam juntos pela primeira vez. Eles representaram os guerreiros do Quilombo Tuiuti, mas a apresentação foi problemática e o mestre-sala chegou a esbarrar no pavilhão.

O tripé que trazia a Lei Áurea (Foto: Felipe de Souza)
O conjunto alegórico mostrou o excelente trabalho estético de Jack Vasconcelos e teve boa combinação arquitetônica e de iluminação. O último carro trouxe uma estética semelhante ao tumbeiro, alegoria que veio no início do desfile, para simbolizar o "neotumbeiro", e trouxe uma crítica social que arrebatou as arquibancadas e arrancou muitos aplausos do público, que ficou de pé para prestigiar o final do cortejo. As fantasias tinham conceito visual nos setores e mostraram um belo trabalho de cor, pautado nos tons terrosos, com exceção do segundo setor.

O carro que arrebatou as arquibancadas e trouxe a crítica social e o "Vampiro Neoliberalista"(Foto: Felipe de Souza)
A Supersom do Mestre Ricardinho fez uma ótima apresentação, mas o trio de intérpretes não se mostrou muito entrosado, e o destaque foi para Igor Vianna, cantor da Alegria da Zona Sul e cantor de apoio do Paraíso do Tuiuti. Com um dos mais belos sambas da safra, a harmonia explodiu e o público e a comunidade responderam muitíssimo bem no canto. 

Fantasia que trazia os patos fez muito sucesso desde o pré-carnaval (Foto: Leonardo Antan)
O desfile emocionante de extrema relevância foi uma grata surpresa, graças ao trabalho irretocável de Jack Vasconcelos. Assim, a expectativa pelo resultado da quarta de cinzas aumenta por uma posição confortável e longe do rebaixamento.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário