domingo, 11 de fevereiro de 2018

#Carnaval2018 - UPM desvenda o Eldorado na busca pelo sonhado título

Por Redação Carnavalize


De cara nova, sob o talento de João Vitor Araújo, grande nome da nova geração de carnavalescos e recém-chegado da Rocinha, a Unidos de Padre Miguel, uma das mais aguardadas da noite e favorita ao título no pré-carnaval, apresentou o enredo "O Eldorado Submerso: Delírio Tupi-Parintintin", muito elogiado desde que foi anunciado.

David Lima foi o coreógrafo responsável, em seu sexto ano, pela Comissão de Frente da escola da Zona Oeste que cumpriu muito bem seu papel e apresentou bem o enredo com uma ótima coreografia. Destaque também para as belas fantasias dos integrantes, apesar do problema pequeno de acabamento no elemento que o caboclo ribeirinho carregava. 

Segunda alegoria do grandioso conjunto da Unidos de Padre Miguel (Foto: Vitor Melo)

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, formado por Vinícius Antunes e Jéssica Ferreira, superou as adversidades do triste e comovente acidente que a defensora do pavilhão sofreu no último desfile da agremiação, bem à frente da extinta cabine dupla de jurados. Reerguidos e embalados pela força que receberam durante o pré-carnaval, o casal, aquecido pelo público e pela energia forte de suas lindas vestes amarelas, fez uma ótima apresentação que embelezou a abertura do desfile da escola da Zona Oeste.

O conjunto alegórico monumental trouxe muita riqueza e um impecável trabalho de cores. As fantasias foram as mais luxuosas e bonitas de toda a Série A, mostrando que o enredo foi perfeitamente desenvolvido e com muita fluidez se relacionou com as vestes e alegorias. João Vitor Araújo entregou ao público um desfile de bom gosto, alto nível e com assinatura muito forte.

Terceira alegoria da escola (Foto: Leonardo Antan)

O samba, entoado por Pixulé, é um dos mais elogiados da safra e passou bem, mas a explosão aconteceu no refrão principal. A bateria de Mestre Dinho fez uma ótima apresentação e mostrou que tem pegada, o que resultou numa ótima resposta da harmonia.

Sem problemas de evolução e com o maior contingente das duas noites, a escola saiu aos gritos de "é campeã" e se credencia com louvor ao título do carnaval de 2018.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário