segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

QUASE UMA REPÓRTER: Mestre Moleza e sua crescente trajetória pelo carnaval paulistano

Por Juliana Yamamoto
Foto: Sintonia de Bambas
Olá, seguidores do Carnavalize, tudo bom? Faltando poucos dias para o nosso carnaval, o trabalho da quase repórter não para e hoje temos uma grande entrevista, direto do Jardim Japão para vocês! CADÊNCIA NÉ?!

Mestre Moleza, ou Rodrigo Neves, é uma das peças fundamentais da Unidos de Vila Maria e desde sua chegada, para o carnaval de 2013, a bateria da verde, azul e branco ganhou um novo estilo e ao longo dos anos evoluiu, tornando-se, atualmente, uma das grandes referências do carnaval de São Paulo. Sua carreira iniciou-se no Águia de Ouro, onde teve aulas na escolinha de bateria da Pompéia, a qual foi essencial em sua vida. Rodrigo, logo depois, foi pra Mocidade Alegre, tornando-se um dos ritmistas da Ritmo Puro, aprendendo muito ao lado do mestre Sombra e seus diretores. Sua vida de “mestre de bateria” começou a ganhar forma na Mancha Verde, onde começou a comandar a Puro Balanço ao lado do mestre Caju, fazendo inesquecíveis desfiles, principalmente nos anos de 2011 e 2012.


Em 2013, Moleza comandou a bateria da Vila Maria, implementando seu estilo mais cadenciado e começando uma grande história na agremiação que continua até os dias de hoje. Apesar do bom desempenho da bateria no ano de sua estreia, a Vila Maria amargou o descenso para o Grupo de Acesso. Mesmo com o resultado, Moleza continuou com seu trabalho na escola e também com a famosa escolinha de bateria, trazendo cada vez mais ritmistas. Um dos ápices da Cadência da Vila foi no ano de 2016, quando a bateria levou quatro notas 10, conquistando também o Troféu Nota 10, e sendo considerada uma das melhores no quesito. O ano de 2017 também foi inesquecível, principalmente para o mestre, com uma apresentação de encher os olhos e emocionar qualquer um que estava presente.

Numa entrevista muito proveitosa, tive a grande oportunidade de mergulhar e conhecer um pouco mais a carreira de Rodrigo Neves no mundo do samba. Um dos artistas mais respeitados do carnaval e que cada vez mais imprime seu estilo na bateria da Vila Maria. Além disso, conversamos sobre a criação das “bossas”, tão características da Cadência. Para quem gosta do trabalho do Rodrigo, vale separar um tempinho e ouvir!

Agradeço ao mestre Moleza por toda atenção e simpatia conosco. Muito sucesso a você e a todos seus parceiros ritmistas da Cadência da Vila! Também agradeço à assessoria de imprensa da Vila Maria, em especial Amanda e Kauê, que deram todo o suporte ao nosso site.

Espero que curtam a entrevista e bora esquentar os tamborins, porque o carnaval já está logo aí! Um beijo da quase repórter!

OUÇA A ENTREVISTA ABAIXO: 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário