domingo, 23 de fevereiro de 2020

#Carnaval2020 - Império da Tijuca: escola encerra Série A com bela mensagem sobre educação




Por Redação Carnavalize

Fechando os trabalhos da Série A em 2020, o Império da Tijuca levou à Sapucaí o enredo “Quimeras de um mero aprendiz”, uma viagem pela história da educação a partir do personagem do Homem-Livro. Enquanto Grêmio Recreativo Escola de Samba Educativa (o Imperinho é um GRESE), a escola já chegou muito bem entrosada com seu enredo, desenvolvido pelo jovem talento Guilherme Estevão, que fez sua estreia na Sapucaí. 

A comissão de frente foi regida por Lucas Maciel, estreante no quesito, e o grupo fez uma apresentação simpática e bem executada, apresentando muito bem o enredo. O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Renan Oliveira e Laís Lúcia, fez sua primeira apresentação de forma muito segura e bonita. A indumentária tinha um bonito efeito de cores e o bailado foi marcado por uma linha mais tradicional, sem coreografia marcante. 
A mensagem da comissão de frente do Imperinho. (Foto: Vitor Melo)

O enredo se perdeu em alguns momentos, o que não anula a presença de um fio-condutor bem definido e uma linda e importante mensagem a ser passada: a educação. O trabalho de alegorias foi o grande destaque, sobretudo pela beleza e pela primazia do acabamento. O abre-alas passou apagado pelos módulos de julgamento, mas o conjunto se mostrou bem regular. As fantasias, no entanto, foram irregulares e oscilaram entre bons momentos e outros nem tanto; faltou leitura, apesar do enredo ser facilmente compreendido. 
A segunda alegoria da escola. (Foto: Vitor Melo)

A Sinfonia Imperial de mestre Jordan passou correta, sem grandes bossas e momentos. O samba entoado por Daniel Silva passou bem, apesar da qualidade da obra. A harmonia da escola foi fria e não houve problemas de evolução. 

O Império da Tijuca fez um digno encerramento e deve permanecer em uma posição mediana na tabela final da quarta de cinzas.
Reações:

Um comentário:

  1. Por que esse hábito chamar o Primeiro Império do samba de "Imperinho"?
    Chamam Império da Tijuca de Imperinho para diferenciar da Imperio Serrano?
    Lamentável...gostariam que chamassem a Carnavalize de "Jornalzinho"?!

    ResponderExcluir